PAGUE MENOS

    PAGUE MENOS

    • Manter

      [PGMN3]

      Preço (25/02)

      R$ 2,85

      Preço Alvo

      R$ 4,60

      Potencial

      61,40%

    • manter

      Indicação

      Ticker

      [PGMN3]

      Preço (25/02)

      R$ 2,85

      Preço Alvo

      R$ 4,60

      Potencial

      61,40%

    Fundado

    1981

    IPO

    2020

    Bolsa de Valores

    B3

    N. de Funcionários

    mais de 23 mil colaboradores

    CEO

    Mario Queiros

    Sede

    Fortaleza

    Setor

    Farmácias

    Descrição

    Sobre a Pague Menos (PGMN3)

    A Pague Menos (PGMN3) é uma rede de farmácias líder na região Norte e Nordeste, mas com presença em todo território nacional, consolidando 1.652 PDVs (considerando a aquisição da Extrafarma). Além das lojas em formato drugstore a companhia busca ser um hub integrado de saúde com a implementação desde 2016 da “Clinic Farma”, salas no interior das farmácias onde os clientes recebem acompanhamento individualizado em seus tratamentos, tiram dúvidas sobre sua saúde com farmacêuticos capacitados e ainda têm acesso a diversos serviços, como aferição de pressão e glicemia, revisão de medicação, entre outros.

     

    Qual é o CNPJ da Pague Menos (PGMN3)?

    O CNPJ da Pague Menos é 06.626.253/0001-51.

     

    Qual é o futuro da Pague Menos (PGMN3)?

    Diante de um cenário desafiador, dado o crédito mais restritivo e maior custo de capital, a Pague Menos recentemente revisou seu guidance de novas aberturas – saindo de 60 lojas esperadas em 2023 para apenas 20, enquanto as suas principais concorrentes (Raia Drogasil e Grupo DPSP) reiteram seus atuais planos robustos de expansão.
    Para arcar com o desembolso da 2ª parcela da aquisição da Extrafarma, a companhia realizou uma captação de R$ 350m, gerando um alerta para a alavancagem financeira. A Pague Menos também anunciou uma capitalização que pode chegar até R$ 400m – que não vemos com tom positivo, apesar da necessidade de melhora na estrutura de capital.

    Resumo da Tese

    Impactada por um cenário macroeconômico desafiador, a revisão de guidance traz à tona a reflexão de que a integração da Extrafarma pode apresentar um payback mais longo que o esperado.
    Para 2023, esperamos uma maior necessidade de capital de giro, devido ao lag entre o aumento de estoques e negociações comerciais de maiores prazos. A pressão de capital de giro deve se somar ao aumento de despesas pré-operacionais e financeiras para a companhia, impactando o fluxo de caixa para o acionista neste ano.

     

    Vale a pena investir em PGMN3?

    Diante de um curto prazo ainda desafiador, com atraso do payback da integração da Extrafarma e uma alta alavancagem financeira, não acreditamos que seja o momento para investir em PGMN3 – nossa recomendação é MANTER.

     

    PGMN3 paga dividendos?

    A Pague Menos (PGMN3) remunerou os acionistas pela primeira vez em 2022, via juros sobre o capital próprio.

     

    Principais notícias sobre Pague Menos (PGMN3)

    Se inscreva na nossa newsletter para não perder nenhuma atualização sobre a Pague Menos e receber diariamente as principais notícias que movimentam o mercado. Veja abaixo alguns relatórios importantes sobre a empresa:

     

     

    Novos Relatórios

    Vídeos Relacionados

    Relatórios

    Ordem
    Analistas
    • Filtrarescolha um ativo
    • Farmácia
    • Analistas
    • Tipo
    • Ordem

      Nenhum relatório foi encontrado