Home > Mercado e Resultados > Mosaico (MOSI3): 2T21 – Os números não nos animam…

Publicado em 17 de Agosto às 04:33:46

Mosaico (MOSI3): 2T21 – Os números não nos animam…

Avaliação dos resultados

Um fator importante para avaliar a performance das empresas de tecnologia (e de crescimento) é acompanhar a evolução da base de clientes, bem como a utilização dos produtos e serviços da empresa por parte deles. Uma das formas que gostamos para analisar isso, no caso de Mosaico, é olhar para:

1- Visitas totais e visitas não pagas (clientes orgânicos são uma boa proxy para podermos compreender o quão popular tem se tornado a plataforma no dia a dia dos compradores)

2- GMV Originado: se o GMV (Volume bruto de mercadoria) cresce, entendemos que os usuários estão usando mais os serviços da Mosaico para procurar por produtos.

No 2T21, consideramos termos premissas conservadoras para esses pontos e, mesmo assim, a Mosaico apresentou números inferiores às nossas expectativas. O GMV Originado ficou em R$902,7mi, uma queda de 17,2% a/a. Nossa projeção também indicava uma queda, porém menor – nosso GMV projetado para 2T21 era de R$966mi. O número de visitas totais também nos desanimou, reportando uma queda de mais de 51% a/a e atingindo 138,1 milhões de visitas totais no trimestre. Nossa projeção era de 187 milhões de visitas.

Em relação à visitas orgânicas (ou também chamadas de Não Pagas), a Mosaico informou que somente 53,8 milhões foram orgânicas. Uma queda de 51% comparado ao ano anterior e 16,2 milhões a menos que nossa projeção.

Diante desse cenário, decidimos reavaliar nossas projeções iniciais e atualizamos nosso preço-alvo!

Quando iniciamos a cobertura do papel, esperávamos muito mais da Mosaico. Nossa tese era baseada em uma constante criação de novos produtos e serviços, com foco em features novas para os clientes. O que temos visto na verdade, é que a Mosaico tem apenas implementado produtos e serviços que já foram testados por seus concorrentes e validados.

É muito importante para essas empresas de tecnologia, ainda mais para as que estão inseridas em um mercado competitivo, que sejam “first movers” e implementem inovações antes de seus concorrentes.

O novo valor considera um cenário mais conservador para o crescimento de Mosaico, com preço-alvo de R$13,00. Dado o preço de fechamento do dia 16/08/21 (R$10,55), calculamos um upside de 23%.

Pontos positivos

  • Implementação de novas funcionalidades na plataforma ajudam a engajar o cliente
  • A companhia, segundo seu próprio comentário, entende que a demora na execução e implementação de novos produtos e serviços prejudica a performance da empresa.
  • O pilar de produtos financeiros pode agregar bastante valor, desde que sejam mais inovadores e com condições diferentes daquelas ofertadas pelos concorrentes

Pontos negativos

  • Métricas como Visitas Totais e GMV apresentaram fortes quedas, superando nossas estimativas. Vale ressaltar que já havíamos sido um pouco mais conservadores nesse 2T, dado a sazonalidade desse trimestre.
  • A queda acentuada de Visitas Totais e GMV pode ser uma proxy da baixa retenção do usuário, que usa as plataformas da Mosaico poucas vezes e/ou compra diretamente das lojas.
  • A estratégia da companhia em utilizar menos tráfego para focar no operacional não nos pareceu muito eficiente. Apesar do GMV por visita ter aumentado, o GMV total e as visitas totais diminuíram.
Acesse o disclaimer.

Leitura Dinâmica

Recomendações