LVBI11

VBI Logístico

  • Valor Patrimonial

    R$ 1.360.434.615,00
  • Número de Cotas

    11.775.177
  • Valor Patrimonial por cota

    R$ 115,53
  • P/VP

  • Liquidez Média Diária

    R$ 2.487.656,00
  • Último Rendimento

    R$ 0,76
  • Dividendo (12 meses)

    R$ 8,97
  • Dividend Yield

R$ 117,65

Hoje 0.18%

Comprar
Recomendação
R$ 116.66 ~ 116.66
Preço Alvo (12m)
-0,84%
Potencial Médio
  • Gestora

    VBI Real Estate

  • Administradora

    BTG Pactual

  • Tipo de Gestão

    Ativa

  • Tipo de FII

    Logística

  • Tipo de ANBIMA

    FII Renda Gestão Ativa de Logística

  • Público-Alvo

    Publico em geral

Descrição

É o fundo de logística da VBI Real Estate que tem como objetivo a obtenção de renda e ganho de capital através de um portfólio líquido, resiliente e diversificado, podendo investir tanto em imóveis performados como em desenvolvimento. Sua preferência é por ativos localizados em regiões estratégicas, visando eficiência e flexibilidade para seus ocupantes.

Atualmente, o fundo não possui vacância, e seu portfólio é constituído por 10 propriedades somando 480 mil m² locados a 31 inquilinos. 38% da sua ABL encontra-se no raio 30km de São Paulo, 26% em Extrema/ MG, 15% em Salvador/BA e 10% no Paraná.

Características do Fundo

O maior imóvel do portfólio é o Ativo Extrema, com 122 mil m² de ABL, responsável por 26% das receitas do fundo distribuído em 9 inquilinos. O segundo maior ativo do portfolio é o Aratu, localizado próximo a região metropolitana de Salvador, o imóvel possui 102 mil m² de ABL dos quais 70% são de propriedade do fundo. Esse imóvel representa 12% da receita do fundo e abriga 7 inquilinos, incluindo a Americanas que ocupa 58 mil m² e representa 6% da receita do fundo.

Outros destaques são 53 mil m² em Betim locados para a Amazon, responsável por 11% da receita. O galpão Araucária, com 48 mil m², locado para a Magazine Luiza representando 9% da receita do fundo. E 46 mil m² em Barueri, locados para a DHL Logística, o que corresponde a 11% da receita total do fundo.

O LVBI11 possui 229 milhões em obrigações, destes R$ 151 milhões são na forma de CRI que possui carência de amortização do principal até setembro/2023 e vencimento em dezembro/2026 com custo de CDI + 2,25%. Os R$78 milhões restantes são referentes à obrigação de desembolso para finalizar a aquisição do Ativo Cajamar, cuja conclusão está prevista para o terceiro trimestre de 2023. Esse desembolso será realizado por meio do uso de instrumentos de alavancagem.

Comentários da Analista

Na nossa análise, o LVBI11 apresenta um portfólio amplamente equilibrado em termos de diversificação geográfica, segmento de inquilinos e qualidade dos locatários. Acreditamos que a qualidade e a localização dos seus ativos, juntamente com uma gestão eficiente, irão contribuir para a manutenção de uma baixa taxa de vacância e proporcionar um aumento sustentável da receita no longo prazo.