RAIA DROGASIL

    Ações > Farmácia > RAIA DROGASIL > Relatório > Raia Drogasil (RADL3) | 3T21: Outra temporada de resultados fortes e consistentes

    Publicado em 10 de Novembro às 08:13:09

    Raia Drogasil (RADL3) | 3T21: Outra temporada de resultados fortes e consistentes

    A sólida execução e boa performance operacional já era esperada pelo mercado, e assim os resultados vieram dentro das expectativas. A receita bruta cresceu 21,2% a/a e atingiu o patamar de R$ 6,1 bi, dentro do consenso do mercado e da Genial. A margem bruta estabilizou em 27,8%, em linha com o 3T20 e a margem EBITDA encerrou em 6,8%, uma queda de 0,6 p.p. a/a. A contração da margem EBITDA já era esperada por conta dos maiores investimentos em tecnologia para pavimentar a nova estratégia da companhia. Esse aumento dos investimentos levou a uma queda de 0,5 p.p. a/a no lucro ajustado que fechou em R$ 173,6 milhões. Desconsiderando o efeito de ajuste, o lucro cresceu timidamente com alta de 0,4% a/a. O digital segue evoluindo, e a companhia segue abrindo lojas e ganhando marketshare, em especial no Centro-Oeste.

    O que esperar daqui em diante?

    A operação da RD é uma das mais consolidadas no setor de varejo, com boa performance operacional e poucas surpresas. Para ter robustez em enfrentar uma concorrência que tem cada vez mais buscado uma aceleração agressiva, a companhia aumentou o seu plano de expansão de 240 lojas para 260 lojas por ano, sendo que a maior parte dessas expansões estão sendo direcionadas para fora do mercado de SP e com o formato híbrido.

    Espera-se que a boa execução e um ritmo de abertura superior aos demais concorrentes, seja acompanhada por leves ganhos de marketshare. Neste trimestre, o destaque fica para a região Centro-Oeste, cujo ganho de mercado foi de 4,1 p.p. Na região Sul, os ganhos foram tímidos, de 0,6 p.p. enquanto na região Norte e Nordeste a média foi de 1,0 p.p.

    O aumento do guidance de abertura de novas lojas não tira o foco da companhia de continuar investindo nos canais digitais, já que o objetivo principal agora é se tornar uma plataforma de serviços líder no segmento de saúde. Espera-se que a margem EBITDA ainda fique comprimida em relação aos trimestres anteriores, não só por conta da inflação, mas principalmente por causa dos maiores investimentos em equipes, softwares e outros serviços/infraestrutura ligados à tecnologia. A contrapartida é a evolução do marketplace e do nível de serviços nos canais digitais.. Assim, ainda continuamos com a nossa posição de manter em RADL3 estimando um preço-alvo de R$ 29,38.

    Pontos Positivos

    • Evolução em todas as linhas dos canais digitais
      • O canal digital atingiu 9,2% das vendas, um aumento de 2,1 p.p. a/a.
      • Os downloads de aplicativo seguem em ritmo acelerado e já atingem o patamar de 13,7 milhões, ante a um patamar de 5,6 milhões no contra ano.
      • Entregas motorizadas já representam 91% dos municípios.
      • O marketplace conta com 63 mil SKUs e 250 sellers, uma evolução de 57,5% t/t e 56,25% t/t respectivamente. Além disso, iniciaram o piloto para a bandeira Drogasil
    • As lojas maduras tiveram uma boa performance com alta de 12,3% a/a acima da inflação do período em 2,0 p.p.
    • Ganhos de marketshare em todas as regiões de atuação.

    Pontos Negativos

    • O teto do tempo de entrega ainda continua em torno de 4 horas, o que é relativamente alto para um segmento que requer conveniência e rapidez na entrega.
    Acesse o disclaimer.

    Leitura Dinâmica

    Recomendações

      Vale a pena conferir